.

19 de maio de 2015

Se es tu,






Se es tu, 
Se sempre foste tu. 
Se vieste, 
Se sempre vieste......
...... Porque demoraste tanto a chegar?! 
Andei por ai, louco por te encontrar. 
Divaguei, caminhei, 
Divagar, devagar, 
Mas la te encontrei......
......Ou foste tu que acabaste por me encontr? 
Sera que, andaste por ai, tao louca, 
Para me achar, para me encontrar, 
Para te perderes, depois de me encontrares?!
Nao precisas explicar. Agora, o teu nome
Nao vem em eco. ja nao apareces, somente, no sonho. 
Es real. Uma imagem de carne viva, 
Uma moldura humana com um sorriso, 
Que perdura no tempo.

Tudo no seu momento, dizem-me! 
Assim, talvez tenhas demorado a chegar, 
Quem sabe, nao seja mesmo para ficar?!

RP/Rogério Carreira