.

8 de dezembro de 2014

Olhos descobertos





Olhos descobertos
.
Meus olhos mudos
ainda buscam segredos
abrem-se em risos
quando nas lágrimas
explodem seus medos
E em cada retina
cheia de vida
mora a esperança
da flor que abre,
do sol que arde,
da doce lembrança
E memórias guardadas
não fogem do ninho
sabem que rosas e espinhos
sempre cabem
nos mesmos vidros
Vidros de esperança breve
que tingem silêncios
mas colorem passos
e dançam alegres
em abraços
E dos beijos que não dei
guardarei essa semente
desses olhos que descobri,
dos amores que vivi,
de um destino que não mente.
.
Ka Santos