.

7 de outubro de 2014

No brilho do teu amanhecer



No brilho do teu amanhecer

Tu, 
A quem amo desde o amanhecer ate ao anoitecer, 
Que me olhas com esse ar de céu de Primavera, 
Que me observas com esses olhos de nuvens 
Que se movimentam no azul que desenha a sombra 
Das tuas pálpebras__________

__________A ti,
Que amo esse sorriso de Por-do-Sol
Quando se extasia no meu rosto de Lua solitária,
Com essa face de luz bela e sedutora que se confunde
Com o horizonte, no fim de cada entardecer, digo-te:

Morro,
A cada instante da madrugada para te voltar a ver,
Em todos os momentos em que renasço
No brilho do teu amanhecer.

RP/ Lisboa