.

31 de agosto de 2014

Espero que o dia



"Espero que o dia 
Nao passe de mais uma promessa. 

Aguardo que a noite
Nao seja gerada por mais um dia igual. 

Preciso que a madrugada 
Mostre-me a curva, tenra e carinhosa, 
Onde tropeco de amor por ti. 

Onde esta o acaso
Que revela a ilusao do encontro? 
Onde esta o fio 
Que liga todas as almas que se procuram 
Em todas as ruas de amor nas quais 
Nunca se diz adeus? 

Bem que te podias prender a mim, 
Mudar a rotina desta nossa razao absurda de ser, 
Alterar a rota do sentido de todas as coisas 
E ceder, quem sabe, ao desespero da boca. 

Acredita: 

Amor mal escrito nao e amor 
E quando o sonho e mal soletrado 
A dor sobe aos olhos e sao retirados 
Os sorrisos as maos. 

Sabes? 
Ha pouco para dizer. 

Cntinuo, desesperadamente, perdido 
Nestas ruas de amor, sem ti, vazios de amor. 

Ha tanto para sentir.......

A minha terra e o abraco
E na minha carne quero te reter. 

Deixa os meus olhos espelharem-se no teu olhar, 
Altamente, perigoso. 
Eu vivo para sentir vertigem, 
Eu vivo para enlouquecer, 
E por ti que vivo_____

____Diz-me: 

Como te posso esquecer? 

RP /Lisboa 
RP-Amor e a Lua

Ate ja!"