.

26 de maio de 2014

__E ca estou eu,



__E ca estou eu, 
De sentimento na mao,
Numa batalha contra mim proprio, 
A sentir-te com a minha alma, 
A amar-te com o cerebro, 
A sonhar-te com o coracao, 
A escrever as palavras que te quero oferecer
E a esconder as que prefiro nao dizer. 

Penso-te muito. 
Sinto-te tanto. 
Sonho-te demasiado
Amo-te_______
______Escrevendo. 

E assim, desta forma, 
Consigo suster o teu rosto 
Na palma da minha mao e repousa-lo aqui, 
Bem perto de mim, nestas folhas brancas. 

RP /Lisboa