.

21 de julho de 2013

Falando com você


Falando com você

Não mate as suas fantasias, nem seus sonhos
Não deixe morrer as suas ilusões
Suas fantasias e seus sonhos alimentam a sua alma
Suas ilusões suavizam as durezas dessa vida
Quando a tristeza bater a sua porta: não abra
Sorria. Sei que não é fácil para você
Não é fácil para mim, não é fácil para ninguém
A vida não é uma batalha: é uma guerra constante
Cada dia é uma nova luta, um novo desafio
Não diga: eu não consigo; eu não posso
Não se entregue antes mesmo de lutar.

Não se decepcione, não fique lamentando
Esperanças mortas; falsas ilusões; sonhos partidos
Você não sabe: mas tem força e determinação
Vença o temor. Entre bem lá no fundo de você
Busque esta força interior que lá existe
Tenha coragem de voltar a sonhar, de ter novas esperanças
Não tenha mais medo de suas ilusões, de suas fantasias
Abra as portas de você e deixe a vida entrar
Enquanto viver: lute. Viva com dignidade e com prazer
Não seja um inútil, um medroso, um covarde
Que nada fez para a vida merecer.

Concita Weber