.

13 de maio de 2013

Parcas Alegrias

 

Parcas Alegrias

Deixe que a minha alma fale
E contudo eu ainda me cale
E você possa um dia ler

Deixe que a minha alma chore
Que o meu coração implore
Pra você nunca me esquecer

Deixe que as minhas fantasias
Dê espaço as minhas parcas alegrias
Fazendo você as perceber

Deixa meu pensamento louco de saudade
Apagar da minha mente essa idade
Que insiste em aparecer

Deixa meu coração em disparada
Buscá-lo no silêncio das madrugadas
Querendo apenas se aquecer

Não ligue se tenho fértil a imaginação
Que vive alimentando a grande ilusão
De um dia ter de volta você

Esquece tudo que não consigo lembrar
Apenas lembres tudo que vivo a pensar
Pois essa tem sido a minha razão de viver

Pois esquecer nosso mais íntimo segredo
Seria como matar esse grande desejo
Que insiste de em mim permanecer

Gil Ordonio