.

28 de janeiro de 2013

A FORÇA DO AMOR


A FORÇA DO AMOR

Crescia lentamente
Como semente
De uma planta linda
Que germina sem pressa.

Viçoso como a planta
Que desponta sem medo,
Cresceu este sentimento
Sem medo de errar.

Vaidoso como a planta
Que cresce e balança ao vento,
Assim se mostrava este sentimento
Todo orgulhoso de existir.

Com rajadas de vento
A planta tombou varias vezes
Com investidas de ciúmes
Este sentimento sentiu-se humilhado.

Com dignidade a planta se ergue
E na força do sol revela-se mais bela.
Com a beleza da verdade
Este sentimento ressuscita ainda mais forte.

Sujeita as intemperanças do tempo,
A planta exibe marcas que a fez mais resistente.
Com as solicitudes da vida
Este nosso amor provou ser verdadeiro e eterno.

- Simplesmente Sys -