.

7 de outubro de 2011

"LIBERDADE"


"LIBERDADE"

Dos pássaros anseio a liberdade
Voar...voar, ir mais além
Dar vôos rasantes sobre a cidade
Sem me prender à nada nem ninguém.

E voando esqueçerei da vida...
esquecerei de mim e de você
Sempre estarei de partida
alçando vôo em cada alvorecer.

Voarei sobre rios e mares
Enfrentarei chuva e trovão
Meu ninho farei em muitos lugares
Para os poetas serei inspiração.

Não mais cativa serei,
Liberdade será minha sina.
Dos teus grilhões me libertarei
Serei ávida feito ave de rapina.

Mas a liberdade também é fantasia
Me fazendo refém da ilusão
Me liberto das amarras que me prendia
Mas me torno prisioneira da solidão.

Serena.