.

3 de julho de 2011

Traz de volta...



Traz de volta...

Pássaro que voa
estou aqui na esperança triste de
ver você voltar olhando a garoa.
Lembras o que passamos e o
que vivemos? Certamente não...
Só eu recordo as lembranças boas.
O infinito amor que daria
tudo para ter de
volta um dia.

Ainda corre em
minhas veias, a eterna
esperança de que um dia, tu
lembrarás as tardes frias
em meio à chuva.
Era tudo tão quente...
Tu de deusa me chamava.
E eu a Deus agradecia.

Volta meu amor,
volta tempo, não quero
viver de lamento.
Volta pra mim, traz de volta
o meu coração que levou.
Só em mim a saudade ficou?
Vivo do que fui...
Ofuscada neste espelho
de quem já foi feliz um dia.
Traz de volta minha
felicidade, traz de volta
minha alegria.

Vou viver do que minha vida levou?
Volta! Traz de volta meus dias de amor.

Marisa Torres