.

9 de junho de 2011

Nudez de alma























Nudez de alma

Retiro as vestes de minha alma
Para me fazer conhecer
Não me constranjo,
Sigo alheia a surpresa dos que
Se escondem e
Sem que eu perceba,
A minha nudez não é única,
Outros se buscam.
E quando nua,
Dos preconceitos e falsos valores,
Tenho uma única certeza,
Sou mais pura...
Despojada de critérios...
Das vaidades e orgulhos
E liberto meus mistérios
Sem perder meu encanto,
O prazer e da razão do meu ser...
Porque, enfim...
Quando nua,
Me encontro
Com sua alma desnuda,
E posso sentir...
Que sempre e para sempre
Serei única
E exclusivamente
Tua...

Betânia Uchôa