.

13 de maio de 2011

Sorria e diga: eu te amo


Quando um dia você olhar nos meus olhos
Que tanto te busca nos rastros das estrelas
Como o prateado luar numa noite de serenata
Indicando como um maestro a cada grupo
A intensidade exata de cada nota no brilhar
Regendo a grade orquestra dos apaixonados
Contagiando magicamente os amantes
Com a magia simplificada do saber amar
E se você assim realmente me reconhecer
Sentirá queimar dentro do peito a força do amor
Com um arrepio tomando conta do seu corpo
Aliado a uma inquietude na alma
Numa sensação estranha de insegurança
E a verdadeira certeza de que nos encontramos
E uma inesperada lagrima cairá de seu olho
Suas mãos transpiraram sem que entenda
Sua respiração se fará mais necessária
E por um instante você não aceitará
Mas ao ver em mim todos os seus sonhos
Saberá então o quanto sou parte de ti
Então virá ao meu encontro de braços abertos
Se entregando a tudo aquilo que há muito buscaste
E eu como um ser que acabou de descobrir seu tesouro
Te direi: não, não chore, apenas sorria e diga: eu te amo.

Joabe Tavares de Souza – Joabe o Poeta.