.

31 de março de 2011

Presa aos meus pensamentos























Sonhei, ter alguém p´ra amar solenemente, sem mentiras
Amor sincero e puro que me levasse à loucura
E me fizesse viver meu sonho de Paz...
Que, sendo verdadeiro, fosse amor, apenas amor...

Do tipo que a gente sente no ar, na pele, no sorriso ligeiro
No apertar de mãos, nas ansiedades e no furtivo olhar...
Que não fosse um amor pessimista, para que tivesse vida longa
Nos gestos de delicadeza e paz exercida em cada contato

Por ser amor: Jamais estarias só, mesmo distante, estarias comigo
Preso aos meus pensamentos mais rudimentares
E te sentiria, e me sentiria presente em teus, meus anseios de amor

Desesperada, acordei e senti que sonhei demais...
Entristeci-me ao ver que minhas verdades, meus desejos
E o meu amor era apenas, ilusão de meus pensamentos.

Mara Roubert