.

26 de março de 2011

ENCONTRO CASUAL

,

ENCONTRO CASUAL

Você... vindo de um encontro casual,
horas ousado...horas contido,
Instiga minha sensibilidade
com doces palavras,
acalentando minha alma,
revelando até onde o amor é possível.
Possível?
Vivê-lo sem medidas,
em cada gota de desejo,
em um profundo olhar.
Adorável encontro casual...
O agora?
Te desenhei nos meus sonhos.
Te pus nas minhas fantasias.
Me encanta cada detalhe de você...
Doce ternura...
Sinceridade...
Confiança...
Sonhos de navegar em liberdade,
num mar de inspiração.
Como não me emocionar?
Suave encontro de sensibilidades.
Você... vindo de um encontro casual
Deixa entrelinhas, nos rabiscos de vida,
que sonhos não adormecem,
quando envoltos em desejos,
de descobrir no desconhecido
a plenitude do amor e forças pra viver.
Você... razão que completa,
realidade e sonho.
Inesplicável encontro casual...
Mágico encontro de poesias.

Lenilce Azevedo