.

29 de dezembro de 2010

Hoje eu queria festa...


Ouvir uma orquestra.
Tomar um vinho branco.
Embriagar-me neste encanto.
Deixar-me acariciar sem
promessas.

Uma festa de
domínio e malícia.
Fartar-me
Com um simples olhar.
Deixar de ser inocente
torna-me indecente.
Sentir o sabor de uma boa
companhia.

Deixar de ser
comum esquecer o amor.
Apenas beijar, sentir
um perfume.
Deixar as ondas tocar
a razão.

Nesta festa...
Não seria eu a um
verso compor.
Seria eu o reflexo do
lado negro quem em mim
você deixou.

Marisa Torres
Imagens nesta pos