.

7 de dezembro de 2010

Amar sem ter hora para olhar.


Assim é o nosso
amor, nos aceitamos como
somos sem ter hora para nada.
Sem hora marcada nos amamos e
na magia nos entregamos.
Somos livres como pássaros.
voando em sonhos nas noites de luar.
Há como é bom amar
sem tem hora para olhar.
Somos verdadeiros de
corpos... E de almas
mensageiros.

És minha estrela
corriqueira que brilha todas
manhãs como uma flecha certeira.
Sem ter hora marcada me viro em
melodia sou a perfeita natureza amada.
Somos como água cristalina, e
bravos como as ondas do mar.
Eu sou tua estrela brilhante
que encontrara quando
passava para o céu a olhar.

Somos fonte de prazer
mesmo sem nada dizer.
Eternos e sem horas, o tempo
passa e não vemos a hora passar.
Sem marcas nas horas sou
brisa lenta, sou fúria louca,
sou clara incerta,
sou nobre e delicada.
“Sem hora marcada tua
eterna namorada”.

Marisa Torres