.

7 de outubro de 2010

Quando o amor vir...


Quando o amor vir...

Entregai-vos, pois
nele muitas provas virão.
Momentos felizes e tristes...
Ficarão cicatrizes.
Uma flor brotará no coração.
E regar com as águas cristalinas
da imaginação

E amar deixando
todas as cores reluzir.
Quando amor vir... Se entregar.
Deixá-lo por inteiro o peito ocupar.
Voar nas asas e dá asas levar
aos sonhos, ir e voltar.
E amar...

Quando amor vir...
Os espinhos que
virão com a flor aparecer.
O mundo não mais parecer azul...
Escurecer!
E quando o céu parecer desabar...
Chorar.
Sim... Chorar, chorar e chorar.
E esperar que esta larva que te
Queimou...
Apagar, apagar, apagar.

Marisa Torres