.

20 de outubro de 2010

FERA FERIDA


Sou fera perdida
Entre desertos e vales
Sou fera mordida
Por outras feras selvagens...
Sou fera adestrada
Ora mansa e adorada
Ora bravia e odiada
Que jamais foi dominada
Apenas domesticada...
Fera fatalmente ferida
Pelas pancadas da vida
Fera sem saída
Sem pele de cordeiro
Fera por inteiro
Tentando, como louca,
Escapar do cativeiro...
Sou fera enclausurada
Sonhando ser libertada
Sou doce e bela fera
Presa em imaginária cela...
Fera sorrindo através de grades
Fera por fora e por dentro
Fera sem idade
Desejando felicidade
Querendo voar
Querendo liberdade;
Sou apenas fera sofrida
Que não se desespera
Fera criança
Fera que sonha
Fera que espera...

Beth Joy