.

5 de agosto de 2010

REALIDADE DESEJADA


REALIDADE DESEJADA

A sensibilidade própria de se observar
os encantos do mundo
é como criar a própria realidade.
Aquela realidade!
Intimamente desejada,
sem fragmentos de histórias vividas.
Deve-se soltar as amarras do passado.
Permitir que a sensibilidade aguce a percepção,
para trazer as emoções necessárias ao coração.
Um encontro de almas...
Perfeito!!!!
Para que a vida seja profundamente vivida,
se permitindo a um Amor ousado...intenso,
buscando ser feliz.
Se permitindo à magia de um encontro,
a um Amor de sonhos,
mas que seja condicional
à possibilidade de um Amor intenso e real,
com gosto de verdade,
com o poder de suavizar caminhos,
de fazer viajar, por um universo encantado,
de anjos e de fadas...
de estrelas e de Luz.
E ao mesmo tempo,
de sentimentos e desejos,
de Amor livre e voraz,
vivido, dito e cantado
com o prazer que vem da alma.

Lenilce Azevedo