.

29 de agosto de 2010

DÚ KARMONA


TUDO PELA POESIA

Dulcinéa Carmona é conhecida no mundo da poesia como Dú Karmona. Nascida em São Paulo, cidade que ama de paixão.

Ariana, urbana, mãe de Danielle e Felipe e formada em Comunicação Social/Publicidade & Propaganda.

Sempre gostou de escrever, desde menina brincava com as palavras, mas, muito tímida, nunca expôs seus escritos.

Aos 20 anos, resolveu não mais escrever, e se desfez de tudo deixando esse seu lado adormecido, passando a ser somente leitora.

Estudou, formou e viveu a “vida de adulto” nesse corre-corre da cidade grande. Sempre agitada, envolta a livros e mais livros, depois (quando resolveu ter filhos) a fraldas e mais fraldas. Mas, sentia que sempre faltava algo inexplicável.

Retornou ao mercado profissional, atuando sempre na área comercial e marketing, onde o contato com pessoas é diário, o que aprecia muito, sempre conhecendo “gente”.

No inicio do ano de 2000, estava quase realizada, mas seu lado pessoal continuava gritando por algo que não conseguia decifrar.

Depois de poucos anos, os gritos aumentaram tanto a ponto de fazer com que se decidisse a não falar SIM quando na verdade tinha vontade de gritar NÃO!

E foi uma mudança brusca, foi atrás resgate. Retornou, com idéias totalmente embaralhadas, mal conseguia transcrever para o papel, mas se libertou.

Escrevia palavras desconexas gritadas, emboloradas pelo tempo. Até achar o equilíbrio, isso ocorreu em final de 2005.

Enfim, em 2007, com alguns poucos textos que conseguiu salvar dos gritos desconexos, resolveu publicá-los, deixar em algum lugar onde pudesse ser lido, libertá-los na verdade. Foi quando deu inicio às publicações no site literário Recanto das Letras.

Fez o cadastro e para sua surpresa, pois já tinha até um pseudônimo (Kduzza), assinou com seu nome de batismo.

E hoje, Du karmona faz de tudo pela poesia.

Abaixo um texto que decifra a poetisa:

Existo

Tem nome o que me explode no peito desde muito cedo. É o sentimento mais sublime, Milenar: O Amor.
Não sei viver sem senti-lo, não existiria... Mas não posso exigir de ninguém,
só atraí-lo a mim em toda minha vida.
Vida singular, e sinto intensamente. Existo! Às vezes imperceptível para os demais... Mas Existo!
Tenho que ter paciência pra saber chegar aos lugares de tudo que quero
mas tenho que ir buscar... Nem se for à minha tristeza que aprendi a converter em Amor para ser a heroína da minha história.
Entendo que nem todos sentem e expressam ou que sentem igualmente...
Tem tantos jeitos de amar...
Somos singulares, nossos sonhos também e sem sonho ninguém chega a lugar algum, cada qual com sua vida a realizá-los.
Respeito mútuo eu considero e exijo.

Procuro ser complacente. Às vezes sou obrigada a escolher o lado que quero ficar sem esquecer as razões do oponente.
Mas quando se trata de meus filhos... Para amenizar a dor na hora do amadurecimento, vou ao infinito, mas me busco para não interferir.
E às vezes não posso atuar só assistir, bem de perto pra poder amparar...
Mas confesso que tenho mais aplaudido... O que agradeço a Ele
Vivo apaixonadamente minha existência,
E agradeço a infinidade da vida onde estou e tudo que conheci e aprendi...
E quando sinto aquele vazio... Aquela chama que acende em meu peito
implorando por um cúmplice, sei que não falta nada de tempo...
E procuro olhar ao redor... No mar, na lua, nas estrelas e sinto, sinto tão perpétuo... Como se estivesse tatuado em meu sangue.
E sinto que ainda falta me conhecer... E é por isso que vivo plenamente
Para o que meu coração mandar.
E é para essa vida que existo, sorrio, e sinto cada vez mais
Apaixonadamente...

Revista de Poesia II de Antonio Poeta
http://dukarmona.blogspot.com/

Dú Karmona®

Meu Blog: Além de Mim... www.du-karmona.blogspot.com

Twitter: http://twitter.com/dukarmona

Orkut: http://www.orkut.com.br/Main#Profile?uid=16146979911068883958

Site Literário
Recanto das Letras
http://recantodasletras.uol.com.br/autores/dukarmona

Grupo Ecos da Poesia em homenagem ao Dia Mundial da Poesia - 21/03/08
http://unesco.ecosdapoesia.net/2008/amar_ao_proximo7.htm

Poetas Del Mundo
http://www.poetasdelmundo.com/verInfo_america.asp?ID=5287

BLOCOS ON LINE
http://www.blocosonline.com.br/literatura/autor_poesia.php?id_autor=3602&flag=nacional

O Pensador
http://www.pensador.info/autor/Dulcinea_Carmona/

OVERMUNDO
http://www.overmundo.com.br/perfis/du-karmona

Grupo Ecos da Poesia em homenagem ao Dia Mundial da Poesia - 21/03/08
http://unesco.ecosdapoesia.net/2008/amar_ao_proximo7.htm

Tem alguém ...

"Tem alguém aqui
Neste instante
Com muita força ainda
Mesmo morrendo
Um pouco a cada dia...
Vive aqui
Não importa meus planos
Meus sonhos...
Fica em mim como sou
Não importa
A escolha do que for
Não sei viver sem
Mesmo morrendo
Um pouco a cada dia
Tem alguém aqui,
Permanece comigo
Muito forte!
Ainda..."

Dú Karmona®