.

21 de julho de 2010

CARTA DE AMOR


CARTA DE AMOR

Prossigo amando-te à distancia,Esvaindo-me de saudade
Criando momentos para a vida inteira;
Vivendo num castelo de sonhos à nossa felicidade...
Meu coração cálido como o verão, guarda para te dar
Todo amor que emerge a cada estação
Quando você, amor meu, ouvir o assoviar do vento
Saiba que antes o passara por mim,
E o que passará por você será o canto da minha saudade
Que a distância a faz crescer cada vez mais...
À noite, no silêncio do meu quarto,
Já não sei mais quem sou...
Quisera ser a brisa matinal
A tocar suavemente o rosto teu,
Mas penso no cobertor... Quisera sê-lo
Apenas um instante para afagar-te com meu calor...
Contudo, devo ser paciente
nesta terra, de ti, ausente.

Áurea de Luz