.

31 de maio de 2010

As meninas


As meninas
(P/ Isabella (in memoriam) e Ana Carolina Oliveira)

Menina que nasce,
Doutra menina.
Menina que vive
Numa menina.

Menina que é flor,
Doutra flor.
Menina que é amor
Noutro amor.

Menina que sonha,
Noutra menina.
Menina risonha
Doutra menina.

Crime cortar uma flor,
Doutra flor,
Que exalou perfume por um lustro.
Apenas por um lustro!

Crime permitir que o ódio supere o amor
O verdadeiro sentido ágape do amor
Deus cuide duma e doutra flor
Nós outros reflitamos na dor.

MENDES, Juscelino V. JusFiloPoiesis. Campinas. Disponível em
http://juscelinomendes.blogspot.com/

- Acesso em _/05_/_31_/_2010_.