.

10 de março de 2010


Nos amamos!

Do que nos dois vivemos,
Ficou uma distante lembrança
Um sentimento de saudade
E algumas imagens velhas
Jogadas entre o pó da estante.

O instante que por nos passou
Prendeu o amor que era eterno.
Todas as declarações ditas
Perderam se no verso escrito.

O tempo enfim nos venceu
Passou como o vento forte
Levou o que nos pertencia
E depois deixou no exílio
Todo o amor que juramos...

Agora há novos desejos
Um novo sentimento nos espera
Necessitamos continuar a vida
Sem esquecer que ela é um sonho
Construído por muitos despertares.

Sandrio Cândido.
http://aalmaearosa.blogspot.com/