.

1 de março de 2010


- DUETO -
Amarilis Pazini Aires & Edson dos Santos

- DESENCONTRO -

Almas que se procuram,
Mas nunca se encontram,
Se cruzam no tempo
Se perdem no momento.
Se tocam na distancia
Se sentem na esperança,
É chegada a hora!
Mas se vão embora.

Procuram em cada canto
Esperam sem demora,
Mas este desencontro
Se faz à vida afora.

O único elo
É o som do coração,
Que emite, ritmadas batidas,
Que se enlaçam na eterna união.

Amarilis

E no esquadrinhar dessa busca
Seguem-se na longa procura
Cruzando o tempo que lhe resta
Buscando os momentos perdidos .

Faz da distancia seu ninho
A chave que abra os mistérios
Reduz o tempo na saudade
Alimente uma forte esperança.

Soma os valores correspondidos
Na procura de se dar por inteiro
Embora existam desencontros
Segue sempre na busca.

Ouve a voz do coração
No ritmo equilibrado do amor
Entrelaça-se ao sentido da vida
No abraço perfeito da razão.

Edson Edson dos Santos

AMARILIS PAZINI: meus duetos & poemas/presentes de amigos
http://amarilisaires.blogspot.com/2009/07/amarilis-pazini-aires-poeta-homenagem.html