.

25 de fevereiro de 2010


Vou fingir.

Quando eu não quiser falar
Muda me tornarei
Quando não quiser ouvir
Fingirei que não escuto.

Se alguém me magoar
Vou fingir que nem... Liguei.
Se alguém me desprezar
Faço de conta que não vi.

Se você me debochar
Faço de conta que gostei.
Quando a tristeza chegar
Cantarei pra não chorar.

Quando a solidão chegar
Vou fazer uma oração
Quando o sono demorar
Meus versos vou escrever.

Quando sentir o abandono
Renovarei minhas forças,
Como a águia vou voar!
Entrarei no infinito!
Nas nuvens vou repousar...
Ao lado do meu Pastor.

TEREZINHA C WERSON

http://casadopoeta.ning.com/profile/TerezinhaCWerson