.

21 de fevereiro de 2010


O Que Penso.
O Que Sinto!

Sinto o tempo todo
vontade de te ver,
de te ter,
de te servir
e me servir de ti.

Sinto saudade,
ansiedade, desejos,
lampejos, fascinação...
Aí, versejo e homenageio
essa nossa paixão.

Impõe-me, essa tua candura
a sempre poetar,
a falar de amor,
a contar em versos
toda a nossa ternura.

Tua lealdade e pureza
tocam o meu coração
e denotam tua realeza;
a entronando minha princesa,
no trono de minha emoção!

Antônio Poeta

http://www.antoniopoeta.blogspot.com/