.

25 de fevereiro de 2010


Meio-fio

Está a meio- fio
Dos meus temores
De gritos
surdos
desejos contidos
Neste espaço vazio.
Que deixaste no meu peito

Está a meio -fio
Das cicatrizes,disfarçadas
Dessa sua
ausência
Que fere minha pele

Está a meio -fio
Das rajadas de
insônia
Do corpo que rola na cama
Das noites em que te
espero

ManyPallo

http://manypallo.blogspot.com/